Daqui uns dias, nossa pequena Anna Priscilla já vai completar 1 mês de idade! Parece que foi ontem que eu estava no hospital toda inchada, com um barrigão, sendo induzida para ela nascer. Como está passando rápido o tempo! Anna Priscilla teve icterícia nas 2 primeiras semanas, passou alguns dias no hospital, chegou até perder um pesinho mas o Senhor nos deu vitória e no seu décimo segundo dia já estávamos na igreja para dedicá-la ao Senhor Jesus, a entregando de volta a Ele, pois, sendo a nossa primogênita, ela não pertence a nós.

E nesses dias que estou aprendendo a ser mãe, são tantas coisas novas e aparentemente tão pouco tempo que tenho ficado bastante cansada. E quem é mãe aí vai concordar comigo e até poder me dar palavras de conselho. São muitas as necessidades da nossa filhinha. Ela depende de nós para tudo, até mesmo para dormir, pois como gosta de colinho e de alguém segurando a chupeta para cair no sono! Cada chorinho tem um motivo e tenho que aprender a discernir na entonação do choro e as expressões de seu rosto o que ela está querendo me dizer.

E no aprender a amamentar, trocar fraudas quase dezenas de vezes ao dia, acordar de madrugada ou mesmo não dormir de madrugada, sei que estou cansada e recuperando ainda do parto as dores no corpo me abatem muito e me tiram do sério.

Muitas vezes sou tentada em ficar brava com a Anna Priscilla, para ela dormir, parar de chorar ou amamentar direitinho. E fico mal humorada e até de cara feia para ela. Até que o Espírito Santo me confrontou e disse: “Ela pode não ver a todos ao seu redor, mas ela sabe quem você é e o tempo está passando.”

Nas primeiras semanas de vida de um baby, a visão deles não é desenvolvida. Só vêem vultos e a preto e branco os objetos e pessoas. Mas à distância do peito, o bebê enxerga bastante. Além disso, eles podem nos ouvir. Ela já conhece a voz de todos em casa.

O Espírito Santo me disse que o que eu semeiar na Anna Priscilla desde agora eu vou colher. As vezes pensava: Ninguém está me vendo com cara feia, só a bebê. E o Espírito do Senhor me dizia: o tempo está passando e ela está crescendo e apredendo quem você é!

Não vos enganeis; Deus não se deixa escarnecer; pois tudo o que o homem semear, isso também ceifará. Porque quem semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas quem semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna. Gal. 6:7-8

Por mais cansada que estou por causa das atividades do dia, por questão do físico, ou até mesmo pela condição da minha alma numa situação difícil que afeta o meu espírito, não posso desistir de fazer o bem, mesmo que eu pense que ninguém me vê, pois há algo que não para que é o tempo e este está passando e vou prestar conta de tudo, absolutamente tudo, que faço nesta vida.

E não nos cansemos de fazer o bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido. Gal. 6:9

Pode ser algo no trabalho, na igreja, no ministério, num relacionamento, não podemos deixar de sermos guiados pelo Espírito e darmos o fruto do Espírito nem sequer um momento, por mais cansados, frustrados, desanimados, decepcionados, traídos, machucados, abatidos, e até doentes e  fracos no corpo que estivermos. Pois em toda e qualquer situação, alguém está nos vendo e a nossa responsabilidade é carregar a nossa cruz, seguir a Jesus e nos dar aos outros com alegria.

Portanto, nós também, pois estamos rodeados de tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com perseverança a carreira que nos está proposta, fitando os olhos em Jesus, autor e consumador da nossa fé, o qual, pelo gozo que lhe está proposto, suportou a cruz, desprezando a ignomínia, e está assentado ã direita do trono de Deus. Hebreus 12:1-2

Advertisements