“Contudo, quer eu viva com o meu corpo, quer seja despojado dele, o que me interessa é agradar a Deus.” 1 Cor. 4:9

Falamos que não somos deste mundo, e nos empolgamos tanto quando dizemos que nossa casa não é aqui mas no céu.  Mas será que realmente vivemos mostrando que não somos daqui?

É bastante curioso aprender com Jesus nos Evangelhos, pois afinal Ele é o modelo maior que temos de vida santa e agradável a Deus. E podemos ver que, por mais que os escritores dos 4 livros possam tentar descrever a vida de Jesus, nós aprendemos mais dEle e sobre Ele ouvindo Suas Palavras! Sim, aquelas letrinhas vermelhas dizem mais sobre quem era Jesus e como Ele pensava e era quando morava aqui na terra do que a narração das pessoas de Mateus, Marcos, Lucas e João.

Quantos teólogos se aprofundam no grego para saber o que Jesus dizia! Para que? Para saber quem Ele era!

Por isso, estou mais e mais convicta que a minha linguagem, o que falo, é um reflexo de quem eu sou.

Quantos de nós, usamos tantas gírias e palavras da hora e da moda somente para sermos taxados como legais, por dentro, divertidos, aceitos por um grupo. Há pessoas que vemos que não levam nada a sério, por causa do seu linguajar. Ou para serem engraçadinhos, dizem palavras até prejoratívas sobre pessoas. Admiro muito mesmo as pessoas super bem-humoradas que contam piadas e fazem as pessoas rirem (porque acho que sou mais para séria do que para discontraída), mas até que ponto estas pessoas fazem para agradarem as pessoas e serem aceitas por elas? Porque no exagero, sempre sai algo que não é tão edificante, não é? E também contar piada não sinal de bom-humor.

Talvez somos assim porque fazemos parte da geração da gratificação imediata – buscamos mais a aprovação instantânea das pessoas que vemos do que do Deus Invísivel, mas Real!

Só sei que Jesus só tinha uma coisa em mente – agradar ao Pai! E vemos isto primeiro em Sua linguagem, que também era acompanhada de obras. 

“Porventura procuro eu mais a provação dos homens do que a de Deus? Julgam que procuro agradar aos homens? Se procurasse isso, não seria verdadeiro servo de Cristo.” Gal. 1:10

Advertisements