Tenho recebido tantas mensagens de carinho perguntando onde tenho andando pois sumi daqui. Encoraja-me saber que temos amigos que se preocupam e querem crescer juntos. E assim vejo este blog – uma forma de nós crescermos em graça e conhecimento do Senhor na nossa caminhada de cada dia… enquanto preparamos o Caminho do Rei Jesus.

Estive mesmo viajando e participando de algumas conferências… Estive em Israel, a convite da minha amiga querida Ana. Juntas ministramos na Convocatória de Oração liderada pelos missionários Tom e Kate Hess em Jerusalém. Foi precioso ver tantos irmãos de tantos países diferentes adorando ao Senhor nas suas próprias línguas e suas próprias expressões! Foi muita honra para mim poder participar do momento onde bandeiras de todas as nações da terra estavam sendo apresentadas ao Senhor Jesus, enquanto eu no teclado tocava: “Ele é o Senhor, Ele é o Senhor!” Depois a honra de participar da abertura da primeira noite da Festa de Tabernáculos! Reconheço que foi o Senhor que promoveu tudo e para Ele a honra devolvo.

Estes momentos em Israel me ensinaram mais sobre o nosso Deus e a obra que Ele está fazendo na minha vida também. Pude ver que Ele tem me amadurecido e me feito crescer para ver e focalizar nas coisas que realmente são importantes, e não aquelas que enchem os olhos. Podemos receber muita honra e reconhecimento de nossa família, nossa liderança ou até grandes pessoas de renome no Reino ou no mundo secular, mas nunca tirar os olhos dEle, a fonte de todas as coisas. E quando tiramos e colocamos a atenção em nós e na importância de nós, tudo começa desabar. A primeira coisa que acontece é uma necessidade de continuarmos recebendo reconhecimento das pessoas e não de Deus.

Também tenho passado momentos diferentes na espera do noss@ primeir@ filh@. Escolhemos não saber o sexo do baby, pois já de agora queremos mostrar para a nossa descendência a virtude de saber esperar. E confesso que tenho passado momentos de incertezas e preocupações com o futuro. Dizem ser normal esta ansiedade por causa da chegada de um novo tempo com o bebê, que é daqui há 3 meses. E muitas vezes me vejo angustiada e seca por pensar tanto como vamos fazer, de onde virá, e tantas outras coisas. Mesmo assim, com algo que é tão humano, como estar grávida, tenho que dar ordem ao meu espírito para dominar meu ser, e não ser controlada pelas coisas naturais. E isto só é possível meditando na Palavra de Deus.

Hoje, lendo a Bíblia, li um verso que me trouxe luz, Salmo 97:1:

“O Senhor reina. Regozije-se a terra, alegrem-se as muitas ilhas.”

O Senhor reina. Eu preciso de saber de mais alguma coisa?

O Senhor está no trono, no controle, administrando todas as coisas. E o verso continua dando uma ordem à terra para se regozijar. Eu sou feita de terra e por saber que o Senhor reina eu sou ordenada a me regozijar e não me preocupar. E continua falando das ilhas… que as ilhas também são ordenadas a se alegrarem… Quem não se sentiu como uma ilha alguma vez? Sozinha, longe de tudo, sem acesso a recursos ou pessoas/relacionamentos, sem coneccão com o resto do mundo, cercada por nada sólido… Mesmo assim, sabendo que o Senhor reina, as ilhas devem se alegrar, porque Ele está no controle, até das mais distantes fronteiras!

O verso 2 diz:

“Nuvens e escuridão estão ao redor dele; retidão e justiça são a base do seu trono.”

Sim, parece que não podemos ver Deus por Ele está cercado de escuridão, mas este Salmo nos garate que o governo de Deus, o Seu trono, tem base na retidão e justiça. Ele faz o que é reto e justo. Então, tenho consolo em saber que este Rei, além de soberano, fará o que é certo em relação a mim, minha família e meu futuro. Não importando o que Ele fizer, posso saber que será em retidão e em justiça, e por isso tenho que me esforçar para me alegrar.

Pois o Senhor reina!

Advertisements