A maioria de nós tem a tendência de deixar os nossos pensamentos serem levados pelas preocupações e problemas que nos desanimam e até nos adoecem. Quanto maior a luta, quanto maiores as dores, mais difícil se torna levar cativa a nossa mente nas coisas que vem do alto, na Palavra de Deus que é a verdade sobre os problemas, e à mente de Cristo que constantemente confiava no amor do Pai. E a diferença entre nós e os do mundo é exatamente esta: mesmo passando pela fornalha nós, os filhos de Deus, temos acesso a uma paz que excede todo entendimento, enquanto os do mundo não tem nenhuma esperança.

A nossa reação espiritual em meio das tribulações deve ser correr para a oração com nossas súplicas a Deus e ouvidos abertos para ouvir o que Ele tem para nos dizer. Sabemos que o novo e vivo caminho para o Santuário de Deus é o Sangue de Cristo (Hebreus 10:19-23), mas me intrigou muito o verso em Salmo 100:3-4 que diz:

“Sabei que o Senhor é Deus! Foi ele quem nos fez, e somos dele; somos o seu povo e ovelhas do seu pasto. Entrai pelas suas portas com ação de graças, e em seus átrios com louvor; dai-lhe graças e bendizei o seu nome.”

De acordo com este texto, Deus tem portas! E para entrar por Suas portas devemos fazer com ações de graças! Será isto uma senha para entrarmos por Suas portas? Será este o segredo? O Santuário é onde o Senhor está. Entendo também que o centro da vontade de Deus para nossas vidas é onde o Senhor está. Será que a senha para aquela porta da vontade de Deus para nossas vidas é a ação de graças?

Tantas portas fechadas podemos ter diante de nós e a Palavra está nos ensinando que para entrar pelas portas que pertencem ao Senhor a senha é: dar graças!

Não é uma senha fácil de usar pois vai contra a nossa carne e o nosso raciocínio, mas ela reconhece que o Senhor é Deus, que Ele nos fez e somos ovelhas sob o cuidado exclusivo dEle.

Advertisements