Estamos vivendo dias muito difíceis mas de muita expectativa do que o Senhor dos Exércitos está para fazer em favor daqueles que O amam de verdade. Neste último domingo, dia 9 de agosto, o Senhor nos deu uma palavra profética sobre estes próximos dias que vamos passar. Nos veio como sinal a Festa das Trombetas, que é um evento no calendário bíblico que anuncia um novo tempo. No calendário judeo é até chamado de Rosh Hoshannah, que é o dia do Ano Novo, que nesse ano será o ano 5770.

O Senhor nos deu instruções específicas do que fazermos durante este período na espera desse novo tempo. Alguns celebram a Festa das Trombetas no dia 21 de setembro, e muitos outros comemoram nos dias 19 e 20 de setembro. Entendo eu que o fato de ser o Ano Novo dos judeus, eles comemoram por vários dias 19-21, para poder cobrir todos os fusos horários no planeta.  Explico melhor, agora é 11 de agosto no EUA, mas já é 12 agosto em Jerusalém,  porque o dia bíblico começa no pôr-do-sol do dia anterior.

O sinal desse tempo profético que foi dado a nós foi: 40 dias! Começando no dia de hoje, este período de 40 dias se inicia. De hoje a 19 de Setembro, dia da Festa das Trombetas. Esta é uma data muito importante pois coincide também com um tempo muito significante que é o último dia do Verão em Jerusalém, 21 de setembro, sendo Verão representante do dia e o Outono significando o começo da noite que é o começo de um novo dia bíblico.

As instruções para esses 40 dias é reconhecer o Senhor em todos os nossos caminhos agradecendo ao Senhor por cada coisa que Ele tem nos dado e buscá-Lo em oração. Parece ser algo simplês mas é para ser exercitado no prático. A cada dádiva conseguida no dia devemos reconhecer o Senhor e agradecê-Lo. Exemplo: Coloquei gasolina no carro hoje – agradeço ao Senhor por ter me dado a provisão para isso ser feito. Hoje pagamos o aluguel – especificamente agradecemos ao Senhor por ter nos ajudado a conseguir o dinheiro para pagar. E assim vai…

O segredo é não deixar passar as coisas pensando que foi a força do nosso trabalho ou esforço que fez as coisas acontecerem, mas reconhecer que foi o Senhor que abriu portas e nos deu forças.

Há um mistério muito profundo no dar graças. Daniel, sabendo da sentença de morte dele, orou ao Senhor agradecendo e foi livre da boca dos leões. Jesus, todas as vezes que multiplicou pães e peixes, orou ao Pai agradecendo e deu de comida a milhares de pessoas.

E juntos vamos entrar na Festa das Trombetas num novo nível de graça diante dos olhos de Deus para esse novo tempo.

“Bendize ó minh’alma ao Senhor, e tudo que há em mim bendiga o teu Santo Nome. Bendize ó minh’alma ao Senhor, e não se esqueça de nenhum só dos seus benefícios.” Salmo 103

Advertisements