Do fruto de sua boca o homem se beneficia, e o trabalho de suas mãos será recompensado. Provérbio 12:14

Eu ainda estou aprendendo se o nosso problema é questão de berço, cultura do nosso povo, nível intelectual, ou mesmo a condição pecaminosa do coração do homem que ainda tem tanto carnal que luta para ser espiritual. Como é difícil ver a transformação de nossas bocas naqueles que dizem amar a Deus. Eu sou a primeira a me incluir nesse grupo. Já no finalzinho da semana passada, eu caí na armadilha e falei mesmo que a verdade mas algo que não é bondoso e nem edificante sobre uma pessoa. Tive que me arrepender.

É uma luta diária. Quando pensamos que vencemos o dia, chega um indivíduo cheio de conversa e assuntos que atiçam a nossa carne para nos tentar a cair no maior erro que o homem pode cometer – o pecado da boca. Sim, foi pela boca que o homem consumou o primeiro pecado. Sim, a Palavra em Tiago diz que se alguém consegue domar a sua língua, este é um homem perfeito. Sim, Jesus disse que o homem se contamina com o que sai da sua boca.

Quero refletir no verso acima nesta semana. Eu sou beneficiada pelo fruto da minha boca. Você já parou para pensar que tipos de benefícios você pode ter perdido pelo fruto da sua boca? Bons relacionamentos (aqueles que fazem você crescer e não ir para o buraco), boas oportunidades de trabalho, ministério… Do mesmo jeito que aquele que trabalha é recompensado pelo trabalho das suas mãos, o fruto de nossa boca traz benefícios para nós.

Por que não deixar o Espírito Santo nos domar nesses dias e obedecermos a Lei do Senhor como Ela diz?

Advertisements