Estamos no meio da semana, e como estamos em relação ao fruto que nossa árvore está dando? Vejo quantas bençãos nós perdemos quando não podamos as nossas palavras, além de criarmos muitas vezes ambientes desagradáveis para as pessoas e principalmente o Espírito Santo. João 16:13-15 diz que uma das funções do Espírito Santo é de glorificar a Jesus. Como Ele pode glorificar a Jesus em mim, se da minha boca sai coisas carnais? Assim, Ele não pode andar comigo e testificar Jesus em mim. Eu particularmente tenho muita dificuldade em aceitar que alguém é guiado pelo Espírito Santo se sua boca não demonstra fruto espiritual, mas sim produtos das obras da carne.

Quero deixar este texto para meditarmos juntos neste dia:

“Os céus declaram a glória de Deus; o firmamento proclama a obra das suas mãos. Um dia fala disso a outro dia; uma noite o revela a outra noite. Sem dircurso nem palavras, não se ouve a sua voz. Mas a sua voz ressoa por toda a terra, e as suas palavras, até os confins do mundo. Nos céus ele armou uma tenda para o sol, que é como um noivo que sai de seu aposento e se lança em sua carreira com a alegria de um herói. Sai de uma extremidade dos céus e faz o seu trajeto até a outra; nada escapa ao seu calor. A lei do Senhor é perfeita, e revigora a alma. Os testemunhos do Senhor são dignos de confiança, e tornam sábios os inexperientes. Os preceitos do Senhor são justos, e dão alegria ao coração. Os mandamentos do Senhor são límpidos, e trazem luz aos olhos. O temor do Senhor é puro, e dura para sempre. As ordenanças do Senhor são verdadeiraas, são todas elas justas. São mais desejáveis do que o ouro, do que muito ouro puro; são mais doces do que o mel, do que as gotas do favo. Por elas o teu servo é advertido; há grande recompensa em obedecer-lhes. Quem pode discernir os próprios erros?  Absolve-me dos que desconheço! Também guarda o teu servo dos pecados intencionais; que eles não me dominem! Então serei íntegro, inocente de grande transgressão. Que as palavras da minha boca e a meditação do meu coração sejam agradáveis a ti, Senhor, minha Rocha, e meu Resgatador!” Salmo 19

Advertisements